Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Siglas
AAF ou AAFreire - Antonio Alves Freire (criador e fundador CAFIB-Rio)
AC ou ACampbell – Airton Campbell (arquiteto, fundador e dirigente do CAFIB)
AC ou ACardoso - Américo Cardoso (pecuarista, fundador, dirigente e criador do CAFIB
ACanizza - Augusto Canizza (criador e fundador CAFIB-Rio)
ACLBorges - Antonio Carlos Linhares Borges, antigo juiz e criador de FB de MG, "O berço do Fila". Autor do livro "CFB - Preservação do Original". 
A. C. Mendes ou ACM ou Toninho - jornalista Antônio Carvalho Mendes
A Crítica - Jornal do Norte do Brasil
AFR - Antonio Fernando Ribeiro - escultor, esculpiu do Troféu IS de Temperamento
AL - Alemanha
Antonieta Santos Cruz - Mãe do Fila, criadora e esposa de Paulo Santos Cruz
ASLima ou Antonio Lima - Antonio Silva Lima (engenheiro, ex-Presidente do CAFIB)
A&V - Revista Animais & Veterinária
AVerlangieri ou AV - Arthur Verlangieri (criador e fundador do CMCFB)
BLT = Boca Livre Total...
CA - Carta Aberta
CABP ou CABPereira - Carlos Alberto Barroso Pereira (criador do Cafib – JF – MG)
CAFIBE - Clube dos Amigos delo Fila Brasileiro en España
Carlos Celestino - engenheiro, criador de fila e colunista (AM e PA)
Carlos Feijó ou CF - criador e fundador do CAFIB-Rio
CFM - Club fur Molosser
C. Habig - Christofer Habid (criador, juiz e dirigente alemão – “amante do fila puro”)
Chalmers
- Willian Frederich Chalmers (uns dos precursores do FB, Canil Jaguará-MG)
Claudio Fontes - Canil dos Pampas, Rio.
CMCFB - Clube Mineiro de Criadores de Fila Brasileiro
CP ou CPeltier - Chico Peltier
DN - Jornal Diário de Notícias (jornal da Cidade do Rio de Janeiro)
Domingos Setta - Presidente BKC
EBJaques ou EBJ - E. B. Jaques (jornalista do Jornal Zero Hora - RGS)
EHPL ou Lucena - Eugênio Henrique Pereira Lucena (ex-presidente BKC)
EMontes - Enio Montes (criador de fila filiado KCP, mas proprietário Mastiff)
Erwin Waldemar Rathsam - juiz,veterinário, dirigente KCP, assinou o 1º Padrão do CF
Estadão ou Estado - Jornal O Estado de São Paulo
FB ou CFB - Fila Brasileiro
Fila com "F" maiúsculo - Fila puro
Fila com "f" minúsculo - fila mestiço, misturado, filamarques ou bastardo.
Filamarques - palavra depreciativa criada por Francisco Peltier, com o objetivo de apelidar os filas mestiços provenientes da mestiçagem de Fila com Dinamarques preto.
FP - Francisco Peltier
FPQ - Francisco Peltier de Queiroz
FRValle - Fabio Rodrigues Valle (pediatra, criador de Goiás)
FZCoelli - Fernando Zanetti Coeli (criador e ex-Presidente CAFIB)
Hildegard Angel (Perla Sigaud) - colunista de O Globo
IACorrea ou IAC - Ivan Alves Correa (criador de Brasília)
IS ou ISued - Ibrahim Sued (Grande fotógrafo, jornalista e colunista)
IVD ou I. Damme - Ines van Damme, escritora, criadora, Canil Los Tres Naranjos - Espanha.
Jacob e Andréa Blumen, - Canil Curumaú - Rio
JB - Jornal do Brasil, Rio, Brasil
JBGomes ou João B. Gomes - João Batista Gomes (proprietário de Mastiff)
JH ou JHamilton - José Hamilton – criador de MG
João e Telê - João Saldanha e Tele Santana, magistrais técnicos de futebol, enquanto que Dunga... ah, deixa pra lá...
JTI - Jonas Tadeu Iacovantuono (criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
JSports - Jornal dos Sports (RJ)
Julio Mesquita - jornalista e um dos controladores do Estadão
KCP - Kenel Clube Paulista
LAM ou Luiz Maciel - Luiz Antonio Maciel (jornalista e fundador do CAFIB)
Leonardo Boff - Teólogo, precursor da Teologia da Libertação
L. Hermanny ou LH - Luiz Hermanny (empresário e juiz de FB)
MA e M. Agricultura - Ministério da Agricultura
MCanizza - Marilia Canizza (criadora e fundadora CAFIB-Rio)
Medalha Pedro Ernesto - Condecoração do Estado do Rio de Janeiro
M. Machado - Marcio Matta Machado (criador de Minas Gerais)
MM - Molosser Magazin (importante revista de cinofilia alemã)
MP ou MPentagna - Marília Pentagna (Canil Boa Sorte, membro da CAFIB-Rio)
O Globo ou Globo - Jornal O Globo, Rio, Brasil
O. Miranda ou OM - Oscar Miranda Filho (ex-Presidente BKC)
Oswaldo Fidaldo - biólogo e criador de FB
PAngotti - Paulo Angotti (criador de MG, ganhador de Melhor Canil do CAFIB)
Pasquim - sensacional jornal carioca escrito pelos jornalistas  Ziraldo, Jaguar & Cia. na época da Ditadura Militar
P. R. Godinho ou PRG - jornalista e “poeta” Paulo Roberto Godinho
P. S. Cruz ou PSC - Paulo Santos Cruz, O Pai do Fila
PV ou P. Valle - Procópio do Valle (Canil Kirimaua, defensor da cor preta no fila)
RBittencourt - Renato Tarquinio Bittencourt (criador de Brasília)
Rev - Revista
Rev. A&V - Revista Animais & Veterinária de Paulo Salles (RJ)
Rev. ACVeterinária - Revista Atualidades Caninas e Veterinárias
RBoechat - Ricardo Boechat (jornalista, coluna Carlos Swann, O Globo)
RI - Registro Inicial
Rivelino - Tricampeão Mundial de futebo
Roberto Marinho - diretor e controlador O Globo
R. Wilkens - Rolf Wilkens , proprietário de Andamor d`Alma Vedro, Alemanha
SB - raça São Bernardo
SMonteiro - Sebastião Monteiro (o “Trator”,criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
Souto Maior ou JSMB ou JSMaior Borges - advogado, criador e dirigente do CAFIB
VDH - da Alemanhã, equivalente ao BKC ou CBKC
Vera Fisher - uma deusa, linda artista de TV e Cinema
VLLima - Vicencio Lomba Lima (criador e fundador CAFIB-Rio)
Walter Poyares - alto executivo Organizações Globo
WBacconi – Walter Bacconi (arbitro BKC)
ZBA ou Zózimo B. Amaral - Zózimo Barroso do Amaral (colunista do JB)

----- Original Message -----
From: fbcp2009@uol.com.br
To: hv.mueler@buemin.ch ; cris hapig
Cc: cbkc@uninet.com.br ; contato@brasilkennelclub.com.br ; declercq.y@fci.be ; moreno.c@fci.be ; grulois.mf@fci.be ; lunaduran.m@fci.be ; marketing@fci.be ; info@fci.be ; victorsl@terra.com.br ; hpazevedo2001@yahoo.com.br
Sent: Friday, April 15, 2011 8:16 PM
Subject: Perguntem ao Tio Chico nº 1

À
FCI
At: Sr. Hans Muller – Presidente  e Sr.Christofer Habig - Vice Presidente                   
C/c 1: CBKC e BKC - a/c Sr. Sergio de Castro e Sra. Márcia Carrera
C/c 2: Sr. Yves De Clercq - Executive Director, Srta. Carmen Moreno, Srta. Marie- France Grulois, Srta. Marie Duran, Prof. Bernard Dennis. (FCI staff)
C/c 3: Srs. Victor Hugo Leal e Paulo Azevedo (CBKC Staff).      
C/c 4: para aproximadamente 800 endereços eletrônicos ao redor do mundo de canis, criadores e admiradores do verdadeiro Fila Brasileiro e também para canis que pensam que criam o genuíno Fila Brasileiro; bem como para juízes e clubes também ao redor do mundo, tais como Cafibe (Espanha), Clube Onceiro (Cafib na República Tcheca), Cafibi (Itália), Cafib-USA, AKC, The Kennel e FCI, incluindo todos os clubes representantes do Sistema FCI, AKC e The Kennel.
 
Senhores,

Perguntem ao Tio Chico nº 1
Data: 15 - Abril - 2.011

Amigos,
 
No final de março passado o site de minha autoria http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/ completou 2 anos de existência, com uma média auditada de 3.517 pages views por mês, continuando assim a disponibilizar para voces grande parte da documentação que possuo, contando a Verdadeira História do Cão de Fila Brasileiro, principalmente através da Saga do CAFIB.
 
Compreende hoje quase 1.000 documentos e quase 400 fotos relativos unicamente ao Fila Brasileiro. Praticamente todos estes documentos podem ser acessados em seus originais, bastando voces clicarem em cada link de cada menu para se sentirem como se estivessem em meu escritório pesquisando meus arquivos.
 
Apesar de ter início com o primeiro documento conhecido sobre o Fila, datado de 1942 e escrito por João Laraya, este site cobre principalmente os últimos 37 anos, isto é, a partir de 1974, quando conheci nosso Cão de Fila Brasileiro. Entretanto, este site encontra-se ainda mais focado em documentos datados do período de 1975 até 1984, quando o CAFIB (fundado em 1.978) e foi obrigado a tomar atitudes extremas em defesa do Fila puro. Isto se deveu à sistemática e ilegal mestiçagem de Filas puros com cães de outras raças, notadamente Mastiffs Inglês, Mastim Napolitano e Great Dane-preto (também chamado de Dogue Alemão ou Dinamarquês); alem da total omissão das autoridades cinófilas daquela época: BKC, CBKC e
FCI. Como sabemos esta mestiçagem predatória quase levou o Fila à extinção, não fosse o trabalho de resgate efetuado pelo CAFIB, evitando assim um verdadeiro crime contra a Fauna Brasileira! Este meu site volta a se tornar muito ativo, disponibilizando inúmeros documentos, artigos e emails, após seu lançamento no início de 2.009.
 
A fim de comemorar este 2 anos de atividades ininterruptas, resolvi passar a responder a inúmeras questões que me foram encaminhados ao longo deste período por centenas de criadores e admiradores do verdadeiro Fila, assim como por dezenas de criadores de fila (por favor, notem: fila com "f" minúsculo = mestiço) que acessaram o meu site. Na verdade me sentia de certa forma em débito com todos voces, pois é muito curto o tempo do qual disponho para conversar com tantas pessoas que me escrevem.
 
Sendo assim, inicio agora uma nova seção no meu site que passará a se chamar "Perguntem ao Tio Chico" onde, sempre que tiver um tempo disponível, irei respondendo as suas perguntas.
 
Bem vamos lá:

Perguntem ao Tio Chico nº 1:

1) O emprego do DNA pode resolver o problema de mestiçagem no Fila?
Penso que o DNA assim como a roda, a internet e tantas outras invenções da humanidade são essenciais para o desenvolvimento humano, a fim de nos dar maiores certezas e qualidade de vida. Sem dúvida, trata-se de uma ferramenta a mais para ser utilizada. Infelizmente, no caso do Fila, esta ferramenta não pode retroagir. Seria maravilhoso constarmos hoje, por exemplo, que o cão Araribóia, oriundo de São Paulo e comprado na primeira metade da década de 1.970, já adulto pelo Canil dos Pampas do Rio era, de fato, um mestiço resultante da mestiçagem ilegal de Fila com Mastim Napolitano. Provando-se este fato poderíamos descobrir que não só Araribóia, como também suas centenas de descendentes, inclusive campeões do BKC-CBKC-FCI, seriam possuidores do sangue do Mastim Napolitano. Por que não podemos ter esta comprovação? Porque ninguém sabe com absoluta certeza onde encontram-se os restos mortais do Araribóia, nem temos ainda disponíveis no Brasil o Perfil Genético do Fila nem do Mastim Napolitano.
 
A necessidade de se coletar corretamente o DNA é tão importante que no mês passado a Justiça do Rio autorizou a exumação do corpo do cantor Tim Maia para um teste de paternidade, apesar de seus filhos terem se disposto a ceder seu próprio material a fim de evitar a exumação do corpo do cantor.
 
Por isto acho muito engraçado quando leio afirmações de que se poderá coletar o DNA dos primeiros Filas falecidos nas décadas de 50 e 60, cujos pedigrees se encontram anotados nos Livros de Registros do extinto Kennel Clube Paulista (KCP)... Afinal, meus amigos, esta afirmação é realmente hilária, já que tenta nos convencer de que no KCP, alem do papel (pedigree) onde se encontram o nome e a filiação de diversos Filas, encontram-se também arquivados há 60 anos (!!!) amostras do pelo, saliva e do sangue de cada um destes cães...
 
Ora, meus amigos, se alguém for mesmo ao KCP praticar esta tolice no máximo obterá o "DNA" da velha máquina de escrever Olliveti usada na datilografia destes pedigrees...  Por favor, não se deixem enganar. Pesquisem, estudem, leiam e se instruam.
 
Por outro lado --- e esse é o ponto mais importante desta minha resposta, pois se trata aqui de produzir soluções futuras para os problemas que foram criados na Raça Fila por criadores inescrupulosos que praticaram a mestiçagem e dirigentes omissos que permitiram esta miscigenação sem controle --- tenho acompanhado por meio de alguns médicos e pesquisadores de MG e SP a evolução do emprego do DNA em animais que, como dito acima, terá que se limitar ao presente a ao futuro. Fui informado que existe uma corrente de cientistas que acreditam que cada raça canina possui o seu Perfil Genético a ser traçado, diferente das demais. Alguns afirmam que este Perfil do Fila já estaria traçado, mas, de qualquer forma, devemos aguardar até que se tracem também os Perfis do Mastiff Inglês, Mastim Napolitano e do Dogue Alemão-preto, para se obter a correta comparação e separação dos animais puros dos mestiços. Outros afirmam que ainda não temos o Perfil Genético do Fila, pois, para obte-lo devemos coletar estes dados de pelo menos 20% do plantel existente, o que demandaria muito tempo e recursos elevados.
 
Tomara que eu esteja enganado, mas penso que o alto custo financeiro será por muito tempo um grande empecilho à correta utilização da excelente ferramenta chamada DNA.
 
Que o DNA será uma utilíssima ferramenta no futuro, disto não temos dúvidas. Resta-nos, portanto, aguardar os cientistas e pesquisadores continuarem com seu sério trabalho, principalmente no que se refere à coleta de dados, pois, caso os Perfis Genéticos sejam colhidos de fontes equivocadas, todo este trabalho de identificação por meio do DNA estará comprometido, causando apenas ainda maior confusão no meio dos criadores. Concluindo: vamos dar um pouco mais de tempo aos cientistas, médicos e veterinários.

2) Estas desavenças entre criadores de Fila e suas diferentes opiniões, alem da existência de mestiços, não desagrega a Raça Fila?
Conheço duas correntes de pensamento para esta resposta:
 
a) Sim: seria muito bom para a Raça Fila se todos os criadores a criassem em harmonia e num mesmo Clube. O reconhecimento e respeito pelo Fila no Brasil e no exterior seriam muito maiores. O Fila certamente teria conquistado muito mais admiradores. Infelizmente as autoridades cinófilas daquela época (1.970 e 1.984) permitiram a mestiçagem, chegando até a premiar muitos de seus exemplares. Não deram a devida atenção às inúmeras denuncias e provas apresentadas pelo CAFIB (vide abaixo mais detalhes destas denúncias e diversos links na resposta nº 10).
 
b) Não: qual o beneficio em se agregar num só clube os criadores de Fila, de filas (fila com "f" minúsculo = mestiços) e os de um novo tipo canino que recentemente passei a chamar de Mastim Brasileiro?
 
Por que agregar num mesmo clube cães mestiços, fora do padrão, sem homogeneidade e que não possuem métodos de controle e de aprimoramento indispensável à sua criação, como o conhecido e esquecido APR (Apto para a Reprodução)? Por que manter juntos num mesmo clube cães aprovados nas rigorosas Análises do CAFIB juntamente com cães mestiços, atípicos e cães fora do padrão?
 
Logo, de fato, nada há a agregar, pois são cães diferentes. Penso ainda que a disputa e a comparação sadia de pensamento, conteúdo, argumentos e de Filosofia de Criação de forma respeitosa e educada é útil para dirimir e esclarecer dúvidas. Assim cada admirador da Raça Fila, do fila (mestiço) e do Mastim Brasileiro poderá fazer livremente sua opção. As pessoas são livres para escolher seus cães, assim como para disseminar seus pensamentos.
 
Estou convicto de que com a grande divulgação da Verdadeira História do Fila Brasileiro, cada vez mais criadores de fila se conscientizarão de que criam mestiços com pedigree e acabarão por adotar a Filosofia de Criação do CAFIB onde se cria Fila.

3) Li num artigo que na Raça Fila o que importa mesmo é melhorar as funções e as qualidades de guardião e de boiadeiro. Voce concorda com isto?
Discordo totalmente. O Fila, assim como qualquer raça, deve ser aprimorado com o objetivo de se aproximar cada vez mais próximo do seu Padrão. Como um todo. Todas as suas características são importantes. Tanto fenotípicas quanto de temperamento.
 
Muitos cães, inclusive mestiços e vira-latas, podem ser excelentes guardiões de propriedades e boiadeiros. Logo, se esta teoria estivesse correta, não precisaria ser Fila...
 
Não sei, me parece mais uma técnica subliminar de tentar influenciar e, depois, convencer os criadores ingênuos de que todos os cães são no fundo uma grande mistura, não passando de uma enorme mistureba... Quer tirar a prova? Tente convencer um criador europeu de qualquer Raça deste absurdo...

4) O que voce poderia comentar sobre o fato de eu ter lido num artigo que alguém tentou comprovar a existência do assim chamado "fila-preto" alegando de forma muito leviana e superficial que o Brasil é um país tropical e que a cor predominante encontrada nos primatas brasileiros é a cor preta?
Como é que é? Voce tem mesmo certeza desta tolice? Não terá sido apenas mais uma brincadeira de mau gosto? Caso contrário, que cientista assina esta Tese? Ora, esqueça esta bobagem... Graças a Deus e a Natureza os brasileiros foram brindados com milhares de animais coloridos... Aliás, como diz o bem humorado Pedro Borotti, criador (SP) e dirigente do CAFIB: "Se voce vir uma arara-preta, desconfie...

5) E verdade que a cor preta foi introduzida na Raça Fila na década de 1.970 por meio do cruzamento de Filas com Dogue Alemão-pretos e depois Mastins Napolitanos também negros?
Sim. Naquela época os Dogues Alemães ou Great Dane eram mais conhecidos pelo nome de Dinamarquês. Daí eu ter criado o pejorativo apelido de "filamarques". Por favor, se aprofunde nas provas da inexistência do assim chamado "fila-preto" como sendo Fila-puro, consultando o link  http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/7.html. Neste link  voce encontrará diversos artigos provando a inexistência desta cor.

6) Fui informado que na Expo do CAFIB realizada em março de 2.010 em Amparo-SP o Melhor Macho pertencia ao uruguaio Daniel Balsas e seria um Fila "tigrado muito escuro, quase preto". Pergunto se isto é verdade, pois esta informação tentaria induzir o leitor de que o CAFIB poderia aceitar cães pretos.
A informação é totalmente equivocada. Talvez por pura má fé. O melhor Macho foi Lohan III do Amparo de propriedade de Pedro Borotti, há mais de 30 anos criador do CAFIB e a Melhor Fêmea foi Iracema Pedras de Afilar de propriedade de Daniel Balsas do Uruguai (*). Por favor note que ambos são amarelos. Basta ler e ver a fotos na revista Cães e Cia. no link http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/30-25.JPG . Como disse na resposta acima de n º 1, por favor, pesquisem, estudem, leiam e se instruam. Não se deixem iludir nem por mentiras nem por meias-verdades.
 
Por favor note: eu escrevo, explico e provo meus argumentos com documentos. Por isso alguns pseudo-criadores de fila tem tanto medo de mim ...
 
(*) O uruguaio Daniel Balsa é um típico cafibeano: iniciou sua criação com 8 mestiços (filas) principalmente comprados no RGS. Ao tomar conhecimento deste fato esterilizou e castrou todos estes cães, queimando a seguir seus pedigrees. Por amar o verdadeiro Fila, reiniciou sua criação optando pela Filosofia de Criação do CAFIB... Este é o maior exemplo a ser seguido. Esqueça todas estas afirmações contra o CAFIB sem fundamente e baseadas apenas na deturpação da Verdade.

7) Voce acredita que uma mentira repetida muitas vezes acaba virando verdade?
Não. Só se os leitores forem me perdoe, burros. Aliás, muitíssimo burros.
 
8) Voce acredita que um clube que se diz especializado na Raça Fila poderá alcançar algum resultado prático objetivando a preservação e melhoria de cães dentro do seu Padrão, sem que use adequadamente uma ferramenta como o APR (Apto para Reprodução)?
Não. De forma alguma!
 
Estou absolutamente convicto de que um clube sem um sério controle e seleção de seu plantel, rigidamente empregado, semelhante à Análise do CAFIB ou mesmo a um honesto APR, trata-se de uma absoluta falta de tempo no que concerne a criação do Fila Brasileiro.
 
Os criadores destes clubes jamais chegarão a um objetivo. Qualquer criador destes clubes que possuam verdadeiros Filas terá seu plantel massacrado pelos exemplares mestiços, atípicos e fora do Padrão, devido aos cruzamentos sem controle que ocorrerão. Todo o seu esforço será perdido e seu trabalho nivelado pelos cães do tipo-salada-genética ( vide http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila-brasileiro-rj-fotos.html  ).
 
Acredito firmemente que hoje a seleção na Raça Fila somente ocorre por meio da Análise de Fenótipo e Temperamento do CAFIB, a qual esperamos que num futuro próximo viesse a ser acompanhada por novas descobertas na área da genética animal. Mas, por favor, lembre-se de como ponderou recentemente Airton Campbell, atual presidente do CAFIB: o DNA será uma útil ferramenta, mas por algum tempo ainda não será capaz de detectar se um Fila tem passo de camelo, se é prognata, se possui apenas um testículo, se possui barbela, se tem pernas curtas, se tem inserção alta de orelhas, se a figura é quadrada, com pernas altas, com pescoço longo, agigantado, tendendo para o quadrado, com dorso reto e a frente mais alta que a garupa, entre tantas outras características. Tampouco nos informará se o sistema nervoso é fraco, se o cão é medroso, sem ojeriza, etc...
 
Logo, sem a re-introdução de um rígido controle de qualidade (tipo APR) em sua criação, longe da politicagem e apadrinhamentos, nenhum clube que pretende criar a Raça Fila alcançará êxito. Mas lembre-se que isto não será fácil, pois os dirigentes submissos aos interesses do CBKC-FCI são na verdade contra a re-instauração de um APR, já que esta ação purificadora eliminará muitos filas ( "f" minúsculo = mestiços) em prol dos verdadeiros Filas, o que certamente desagrada a CBKC-FCI, já que para ambos quanto mais filas, mais registros. Quanto mais registros, mais faturamento...

9) Apesar dos seus textos serem sempre muito coerentes, seguindo sempre uma linha lógica de raciocínio, com começo meio e fim e, quase sempre, anexando documentos do seu site que comprovam suas palavras; costumo ler que voce não estaria apto a escrever sobre o Fila por não ser criador. Como não concordo com esta afirmação tola e absurda, pergunto o que voce teria a comentar a este respeito?
Em todos os campos da atividade humana o trabalho de levantamento de dados históricos é fundamental para o conhecimento e preservação da História. Quem não consegue entender este fato trata-se de uma pessoa desconectada da realidade.
 
Não devemos temer a História nem seus documentos. A época da "fogueira de livros" da Inquisição e do Nazismo felizmente terminou. Mudar de opinião muitas vezes significa reconhecer e abraçar a Verdade. Este é um procedimento que deve ser elogiado. Afinal, por que insistir na criação de fila (por favor, lembre-se: fila com "f" minúsculo = mestiço) quando se pode criar o verdadeiro Fila?
 
Recentemente um criador de fila tentou diminuir a importância do meu site. Como, apesar de ter procurado muito, não encontrou nenhum argumento sólido, esbravejou fragilmente do alto de sua ignorância: "Chico, nunca foi criador !", como se isto invalidasse o meu trabalho de pesquisador e historiador.
 
Portanto eu fico feliz por voce não compactuar com as idéias deste pseudo-criador de filas que ainda não acordou para o fato de que:
- muitos juízes e dirigentes de clubes cinófilos jamais foram criadores;
- muitos historiadores, divulgadores e críticos de esporte jamais pisaram num gramado, campo, ringue, quadra, pista e piscina;
- muitos historiadores, divulgadores e críticos de arte jamais esculpiram, pintaram, dirigiram, interpretaram e dançaram;
- a maioria dos pesquisadores, jornalistas, biógrafos e historiadores jamais viveram os fatos por eles narrados.
 
Estes criadores de fila tentam me descredenciar a todo custo, mas não conseguem. Ao mesmo tempo, de forma reservada, me pedem mais e mais documentos numa profunda incoerência. Mas eu entendo este pedido, pois, de fato, eles desejam apreender mais --- de forma escondida --- sobre o verdadeiro Fila. É como se fosse um namoro platônico a distancia... Lá no fundo dos seus subconscientes eles pensam assim: "Puxa, mas como o Fila-CAFIB é mesmo autentico e genuíno, típico e homogêneo. Um dia ainda vou ter um. Mas, que pena: como fazer se gosto mais dos filas que tenho no meu canil...?"
 
Pois saiba que eu ainda guardo algumas dezenas de documentos inéditos e reveladores em meu poder. Minha "manga" é enorme. Exemplo: alguns dias atrás enviei para o Paulo Godinho um revelador formulário preenchido para o Kennel Club Paulista (SP), datado de 1.950, sobre a criação Parnapuan. Este documento comprova mais uma vez o erro ou a enorme má fé do Procópio do Valle, tentando alterar a realidade dos fatos na sua desesperada tentativa de validar a sua invenção: o assim chamado "fila-preto".
 
O Paulo Godinho (também conhecido como "Enciclopédia Ambulante", devido a sua vasta cultura e conhecimento sobre Fila, fila e todas as demais raças, entre outros assuntos) possui um excepcional acervo de informações, documentos e fotos. Tenho certeza que em breve ele editará o livro "FB, Um Presente das Estrelas", nos doando também este importante material para a História do Fila. Na verdade Paulo Godinho trata-se também de um excelente historiador, jornalista, conhecedor e juiz All Rounder que jamais criou uma raça... Afinal, ele teve apenas três ninhadas de Pinscher Miniatura, no Canil Bang Bang, em 1969.
 
Aliás, anotem em seus caderninho: o provável futuro presidente da FCI também não é criador...
 
Comprova assim minha tese de que aquele pseudo-criador (também conhecido pela alcunha de Suplicante nº 3) mencionado acima, quando confrontado com tantas verdades irrefutáveis presentes no meu site, fica totalmente desnorteado e tenta timidamente inventar um motivo para neutralizar pelo menos um pouco tantas verdades constantes no meu site.
 
Já conversei com alguns criadores de fila de Portugal, Itália e Brasil que diziam ter documentos sobre Fila e fila que seriam inéditos e importantes. Infelizmente, apesar desta afirmação, nenhum foi apresentado nem colocado nos sites deles...
 
Ora, o cerne da questão não é se eu sou ou não criador. Isto não importa. Isto não passa de tentativa de te enganar ou trata-se mesmo de pura burrice. O que importa é: os documentos por mim apresentados que comprovam irrefutavelmente a mestiçagem, entre outros, as duas confissões do ex-presidente do BKC e do CBKC, Eugênio Pereira de Lucena e a confissão de Procópio do Valle, também conhecido como o "Pai do fila-preto" são verdadeiras ou não? São documentos forjados ou não. Deste fato os herdeiros e defensores dos mestiçadores fogem desesperadamente... Porque todos os meus documentos estão no meu site comprovando um a um o que eu afirmo.
 
Finalizando, a meu ver, a falta de "lógica" encontrada em muitos dos textos dos meus adversários (de idéias e não de cunho pessoal, conforme sempre faço questão de frisar...) pode ter como causa duas possibilidades: a incapacidade dos autores que ainda são defensores das teorias pró-mestiçagem em saber concatenarem corretamente suas idéias e se expressarem de forma clara ou --- cuidado --- ser apenas um artifício para confundir e ludibriar os incautos e ingênuos... Por isto sempre digo: pesquise, estude, leia e se instrua. O verdadeiro Fila merece !!!
 
Nota 1: caso voce deseje conhecer mais o Chico-criador e a história do meu canil, onde iniciei a minha luta pela preservação do Fila puro, tal qual herdamos da Mãe Natureza, por favor clique em 9) Apesar dos seus textos serem sempre muito coerentes, seguindo sempre uma linha lógica de raciocínio, com começo meio e fim e, quase sempre, anexando documentos do seu site que comprovam suas palavras; costumo ler que voce não estaria apto a escrever sobre o Fila por não ser criador. Como não concordo com esta afirmação tola e absurda, pergunto o que voce teria a comentar a este respeito?
Em todos os campos da atividade humana o trabalho de levantamento de dados históricos é fundamental para o conhecimento e preservação da História. Quem não consegue entender este fato trata-se de uma pessoa desconectada da realidade.
 
Não devemos temer a História nem seus documentos. A época da "fogueira de livros" da Inquisição e do Nazismo felizmente terminou. Mudar de opinião muitas vezes significa reconhecer e abraçar a Verdade. Este é um procedimento que deve ser elogiado. Afinal, por que insistir na criação de fila (por favor, lembre-se: fila com "f" minúsculo = mestiço) quando se pode criar o verdadeiro Fila?
 
Recentemente um criador de fila tentou diminuir a importância do meu site. Como, apesar de ter procurado muito, não encontrou nenhum argumento sólido, esbravejou fragilmente do alto de sua ignorância: "Chico, nunca foi criador !", como se isto invalidasse o meu trabalho de pesquisador e historiador.
 
Portanto eu fico feliz por voce não compactuar com as idéias deste pseudo-criador de filas que ainda não acordou para o fato de que:
- muitos juízes e dirigentes de clubes cinófilos jamais foram criadores;
- muitos historiadores, divulgadores e críticos de esporte jamais pisaram num gramado, campo, ringue, quadra, pista e piscina;
- muitos historiadores, divulgadores e críticos de arte jamais esculpiram, pintaram, dirigiram, interpretaram e dançaram;
- a maioria dos pesquisadores, jornalistas, biógrafos e historiadores jamais viveram os fatos por eles narrados.
 
Estes criadores de fila tentam me descredenciar a todo custo, mas não conseguem. Ao mesmo tempo, de forma reservada, me pedem mais e mais documentos numa profunda incoerência. Mas eu entendo este pedido, pois, de fato, eles desejam apreender mais --- de forma escondida --- sobre o verdadeiro Fila. É como se fosse um namoro platônico a distancia... Lá no fundo dos seus subconscientes eles pensam assim: "Puxa, mas como o Fila-CAFIB é mesmo autentico e genuíno, típico e homogêneo. Um dia ainda vou ter um. Mas, que pena: como fazer se gosto mais dos filas que tenho no meu canil...?"
 
Pois saiba que eu ainda guardo algumas dezenas de documentos inéditos e reveladores em meu poder. Minha "manga" é enorme. Exemplo: alguns dias atrás enviei para o Paulo Godinho um revelador formulário preenchido para o Kennel Club Paulista (SP), datado de 1.950, sobre a criação Parnapuan. Este documento comprova mais uma vez o erro ou a enorme má fé do Procópio do Valle, tentando alterar a realidade dos fatos na sua desesperada tentativa de validar a sua invenção: o assim chamado "fila-preto".
 
O Paulo Godinho (também conhecido como "Enciclopédia Ambulante", devido a sua vasta cultura e conhecimento sobre Fila, fila e todas as demais raças, entre outros assuntos) possui um excepcional acervo de informações, documentos e fotos. Tenho certeza que em breve ele editará o livro "FB, Um Presente das Estrelas", nos doando também este importante material para a História do Fila. Na verdade Paulo Godinho trata-se também de um excelente historiador, jornalista, conhecedor e juiz All Rounder que jamais criou uma raça... Afinal, ele teve apenas três ninhadas de Pinscher Miniatura, no Canil Bang Bang, em 1969.
 
Aliás, anotem em seus caderninho: o provável futuro presidente da FCI também não é criador...
 
Comprova assim minha tese de que aquele pseudo-criador (também conhecido pela alcunha de Suplicante nº 3) mencionado acima, quando confrontado com tantas verdades irrefutáveis presentes no meu site, fica totalmente desnorteado e tenta timidamente inventar um motivo para neutralizar pelo menos um pouco tantas verdades constantes no meu site.
 
Já conversei com alguns criadores de fila de Portugal, Itália e Brasil que diziam ter documentos sobre Fila e fila que seriam inéditos e importantes. Infelizmente, apesar desta afirmação, nenhum foi apresentado nem colocado nos sites deles...
 
Ora, o cerne da questão não é se eu sou ou não criador. Isto não importa. Isto não passa de tentativa de te enganar ou trata-se mesmo de pura burrice. O que importa é: os documentos por mim apresentados que comprovam irrefutavelmente a mestiçagem, entre outros, as duas confissões do ex-presidente do BKC e do CBKC, Eugênio Pereira de Lucena e a confissão de Procópio do Valle, também conhecido como o "Pai do fila-preto" são verdadeiras ou não? São documentos forjados ou não. Deste fato os herdeiros e defensores dos mestiçadores fogem desesperadamente... Porque todos os meus documentos estão no meu site comprovando um a um o que eu afirmo.
 
Finalizando, a meu ver, a falta de "lógica" encontrada em muitos dos textos dos meus adversários (de idéias e não de cunho pessoal, conforme sempre faço questão de frisar...) pode ter como causa duas possibilidades: a incapacidade dos autores que ainda são defensores das teorias pró-mestiçagem em saber concatenarem corretamente suas idéias e se expressarem de forma clara ou --- cuidado --- ser apenas um artifício para confundir e ludibriar os incautos e ingênuos... Por isto sempre digo: pesquise, estude, leia e se instrua. O verdadeiro Fila merece !!!
 
Nota 1: caso voce deseje conhecer mais o Chico-criador e a história do meu canil, onde iniciei a minha luta pela preservação do Fila puro, tal qual herdamos da Mãe Natureza, por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/pp/Page6_port.html  e em
http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/15.html .
 
Nota 2: caso eu escrevesse que a mestiçagem nunca existiu e que o CAFIB não resgatou a Raça Fila da extinção, certamente este Suplicante nº 3  me idolatraria...  e em
http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/15.html .
 
Nota 2: caso eu escrevesse que a mestiçagem nunca existiu e que o CAFIB não resgatou a Raça Fila da extinção, certamente este Suplicante nº 3  me idolatraria...

10) Por que certos criadores de fila ainda insistem tanto dizendo que Paulo Santos Cruz e o CAFIB deveriam ter entrado na justiça contra o BKC-CBKC-FCI?
Pois é, também acho engraçada esta tola insistência. Já respondi este assunto no item 3 do meu artigo http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/22-fila-brasileiro.html  .
Mas estes pseudo-criadores ficam repetindo esta tese no mínimo ilógica. Penso que estes suplicantes-criadores acreditam na pergunta nº 7 acima ("uma mentira repetida muitas vezes acaba virando verdade...", lembra?)... Ora, se eles acham que deveríamos ter entrado na Justiça, pergunto por que eles não entraram? Afinal, o reverso também é verdadeiro... Estes criadores de filas, na ânsia de defender o mestiço que encontram-se em seus canis, se esquecem de que eles, seus clubes e até mesmo BKC-CBKC-FCI também poderiam ter entrado na Justiça contra o CAFIB. Por que não entraram? Por que não nos acusaram de manutenção e atualização ilegal de Livros de Registros, falsidade ideológica, injúria e difamação?

Respondo:
a) primeiro porque sempre falamos a verdade e mantemos nossos livros e registros conforme os regulamentos;
b) depois porque penso que, assim como nós, os dirigentes do BKC-CBKC-FCI entendiam e continuam a entender que esta pendência que perdura a 34 anos na Raça Fila deveria e deve ser resolvida nos clubes e nas pistas. Não nos tribunais;
c) agora, por que eles e os clubes dos quais são dirigentes, não tomam as atitudes que desejariam que o CAFIB tomasse? Ah isto ninguém sabe responder... Acho que nem eles sabem..

Logo, sou levado a crer que este criador que passa a vida repetindo e orando por esta alternativa jurídica, mas não a pratica, o qual no passado chamei de Suplicante nº 1, esta apenas "jogando para a platéia"... Tolamente...
 
Permita-me aproveitar para acrescentar mais detalhes ao meu artigo mencionado acima. Tendo em vista que o CAFIB pratica e age como pensa, fala e escreve; ao contrario destes criadores de filas que falam, falam, mas agem de forma diferente, relaciono abaixo alguns documentos do CAFIB endereçados ao BKC-CBKC-FCI e ao Ministério da Agricultura. Estes documentos comprovam que o CAFIB entende que nossas diferenças devem ser resolvidas nos clubes e nas pistas. Não nos tribunais.

- em 20/05/78, o CAFIB enviou carta ao KCP-SP, assinada por 15 criadores de Fila, denunciando que o Melhor Fila da 145ª  Expo Geral (Nacional) do BKC possuía evidencia de mestiçagem com Mastiff Inglês e, assim, solicitava anulação do julgamento entre outras providencias (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-9.jpg  ) ;
 
- em 10/07/78 o CAFIB enviou carta ao BKC sobre o mesmo assunto acima (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-12.jpg  );
 
- em 3/08/78 encaminhei minha denuncia, conhecida como "Carta Aberta de Londres", ao BKC e FCI narrando todos os detalhes até então conhecidos sobre a mestiçagem na Raça Fila, (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8_14/materia.html  ); 
 
- em Novembro de 1.979 no Jornal O FILA nº 12, o CAFIB publicou listão de cães fora do Padrão do BKC (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9_36/materia.html );

- em 20/05/78, o CAFIB enviou carta ao KCP-SP, assinada por 15 criadores de Fila, denunciando que o Melhor Fila da 145ª  Expo Geral (Nacional) do BKC possuía evidencia de mestiçagem com Mastiff Inglês e, assim, solicitava anulação do julgamento entre outras providencias (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-9.jpg  ) ;
 
- em 10/07/78 o CAFIB enviou carta ao BKC sobre o mesmo assunto acima (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-12.jpg  );
 
- em 3/08/78 encaminhei minha denuncia, conhecida como "Carta Aberta de Londres", ao BKC e FCI narrando todos os detalhes até então conhecidos sobre a mestiçagem na Raça Fila, (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8_14/materia.html  ); 
 
- em Novembro de 1.979 no Jornal O FILA nº 12, o CAFIB publicou listão de cães fora do Padrão do BKC (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9_36/materia.html );
 
-  em 17/07/79 o CAFIB enviou uma Carta Aberta denunciando "Violência Contra o Fila Puro" por parte do BKC, (por favor clique em
http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-5.jpg  );

- em 17/07/79 o CAFIB encaminhou ao BKC ofício com 4 páginas contendo informações sobre a mestiçagem, confissões de Procópio do Vale sobre esta mesma mestiçagem e solicitando providencias do BKC num prazo de 20 dias, caso contrário o CAFIB  se desligaria do BKC-FCI. (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9_6/materia.html  ); 
 
- em 13/12/79 o CAFIB encaminhou ofício ao Ministério de Agricultura expondo a realidade da Raça Fila, solicitando providencias, pedindo o registro da Raça Fila (que até então não tinha sido incrivelmente feito pelo esquecido BKC) e seu controle genealógico (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9_29/materia.html  );
 
- em 23/04/80 o Ministério da Agricultura respondeu, atendendo as solicitações do CAFIB, conforme Despacho do Ministro publicado no Diário Oficial  (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/13-CAFIB-X-MA/13-1.jpg  ). Conclusão cristalina e irrefutável: a preservação do padrão genético do Fila Brasileiro passou a ser responsabilidade e função do CAFIB. Ponto Final.
 
- Nota se desejar conhecer mais este assunto, favor clicar em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/13.html .

- em Junho de 1.980 no Jornal O FILA nº 19 do CAFIB apresentou todo o episódio havido sobre a Raça Fila no Ministério da Agricultura (por favor clique em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/13-CAFIB-X-MA/13_3/materia.html  );
 
Concluindo: o CAFIB sempre seguiu seu pensamento e encaminhou suas denuncias ao BKC-CBKC e ao Ministério da Agricultura. Eu sempre encaminhei todas as minhas ao  BKC-BKC-FCI. Logo, se algum criador de pseudo-filas acredita mesmo que deve ir a Justiça, que vá. E pare de tentar intimidar e fazer barulho sem fundamento... Ninguém tem medo de criador que late, late, mas não "fila"... (Dicionário Michaelis: filar = prender e ferrar [morder] com os dentes).
 
Amigos, estas foram as primeiras dez respostas do "Tio Chico"...
 
Espero que alguns leitores por meio destas minhas respostas se conscientizem de que um fila jamais será um verdadeiro Fila. Não adianta permanecer numa pseudo-criação, fingindo criarem uma raça de ficção. Se realmente gostam dos seus mestiços de fila, por que não se organizam e criam corretamente o Mastim Brasileiro? Por outro lado, se voces desejam criar o verdadeiro Fila saibam que o CAFIB estará sempre de portas abertas para voces.
 
Peço desculpas por ainda existirem tantas perguntas a serem respondidas. Mas me comprometo a sempre que tiver um tempo livre, continuarei responde a todos voces.
 
Abraços, Chico Peltier.

 

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro