Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Siglas
AAF ou AAFreire - Antonio Alves Freire (criador e fundador CAFIB-Rio)
AC ou ACampbell – Airton Campbell (arquiteto, fundador e dirigente do CAFIB)
AC ou ACardoso - Américo Cardoso (pecuarista, fundador, dirigente e criador do CAFIB
ACanizza - Augusto Canizza (criador e fundador CAFIB-Rio)
ACLBorges - Antonio Carlos Linhares Borges, antigo juiz e criador de FB de MG, "O berço do Fila". Autor do livro "CFB - Preservação do Original". 
A. C. Mendes ou ACM ou Toninho - jornalista Antônio Carvalho Mendes
A Crítica - Jornal do Norte do Brasil
AFR - Antonio Fernando Ribeiro - escultor, esculpiu do Troféu IS de Temperamento
AL - Alemanha
Antonieta Santos Cruz - Mãe do Fila, criadora e esposa de Paulo Santos Cruz
ASLima ou Antonio Lima - Antonio Silva Lima (engenheiro, ex-Presidente do CAFIB)
A&V - Revista Animais & Veterinária
AVerlangieri ou AV - Arthur Verlangieri (criador e fundador do CMCFB)
BLT = Boca Livre Total...
CA - Carta Aberta
CABP ou CABPereira - Carlos Alberto Barroso Pereira (criador do Cafib – JF – MG)
CAFIBE - Clube dos Amigos delo Fila Brasileiro en España
Carlos Celestino - engenheiro, criador de fila e colunista (AM e PA)
Carlos Feijó ou CF - criador e fundador do CAFIB-Rio
CFM - Club fur Molosser
C. Habig - Christofer Habid (criador, juiz e dirigente alemão – “amante do fila puro”)
Chalmers
- Willian Frederich Chalmers (uns dos precursores do FB, Canil Jaguará-MG)
Claudio Fontes - Canil dos Pampas, Rio.
CMCFB - Clube Mineiro de Criadores de Fila Brasileiro
CP ou CPeltier - Chico Peltier
DN - Jornal Diário de Notícias (jornal da Cidade do Rio de Janeiro)
Domingos Setta - Presidente BKC
EBJaques ou EBJ - E. B. Jaques (jornalista do Jornal Zero Hora - RGS)
EHPL ou Lucena - Eugênio Henrique Pereira Lucena (ex-presidente BKC)
EMontes - Enio Montes (criador de fila filiado KCP, mas proprietário Mastiff)
Erwin Waldemar Rathsam - juiz,veterinário, dirigente KCP, assinou o 1º Padrão do CF
Estadão ou Estado - Jornal O Estado de São Paulo
FB ou CFB - Fila Brasileiro
Fila com "F" maiúsculo - Fila puro
Fila com "f" minúsculo - fila mestiço, misturado, filamarques ou bastardo.
Filamarques - palavra depreciativa criada por Francisco Peltier, com o objetivo de apelidar os filas mestiços provenientes da mestiçagem de Fila com Dinamarques preto.
FP - Francisco Peltier
FPQ - Francisco Peltier de Queiroz
FRValle - Fabio Rodrigues Valle (pediatra, criador de Goiás)
FZCoelli - Fernando Zanetti Coeli (criador e ex-Presidente CAFIB)
Hildegard Angel (Perla Sigaud) - colunista de O Globo
IACorrea ou IAC - Ivan Alves Correa (criador de Brasília)
IS ou ISued - Ibrahim Sued (Grande fotógrafo, jornalista e colunista)
IVD ou I. Damme - Ines van Damme, escritora, criadora, Canil Los Tres Naranjos - Espanha.
Jacob e Andréa Blumen, - Canil Curumaú - Rio
JB - Jornal do Brasil, Rio, Brasil
JBGomes ou João B. Gomes - João Batista Gomes (proprietário de Mastiff)
JH ou JHamilton - José Hamilton – criador de MG
João e Telê - João Saldanha e Tele Santana, magistrais técnicos de futebol, enquanto que Dunga... ah, deixa pra lá...
JTI - Jonas Tadeu Iacovantuono (criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
JSports - Jornal dos Sports (RJ)
Julio Mesquita - jornalista e um dos controladores do Estadão
KCP - Kenel Clube Paulista
LAM ou Luiz Maciel - Luiz Antonio Maciel (jornalista e fundador do CAFIB)
Leonardo Boff - Teólogo, precursor da Teologia da Libertação
L. Hermanny ou LH - Luiz Hermanny (empresário e juiz de FB)
MA e M. Agricultura - Ministério da Agricultura
MCanizza - Marilia Canizza (criadora e fundadora CAFIB-Rio)
Medalha Pedro Ernesto - Condecoração do Estado do Rio de Janeiro
M. Machado - Marcio Matta Machado (criador de Minas Gerais)
MM - Molosser Magazin (importante revista de cinofilia alemã)
MP ou MPentagna - Marília Pentagna (Canil Boa Sorte, membro da CAFIB-Rio)
O Globo ou Globo - Jornal O Globo, Rio, Brasil
O. Miranda ou OM - Oscar Miranda Filho (ex-Presidente BKC)
Oswaldo Fidaldo - biólogo e criador de FB
PAngotti - Paulo Angotti (criador de MG, ganhador de Melhor Canil do CAFIB)
Pasquim - sensacional jornal carioca escrito pelos jornalistas  Ziraldo, Jaguar & Cia. na época da Ditadura Militar
P. R. Godinho ou PRG - jornalista e “poeta” Paulo Roberto Godinho
P. S. Cruz ou PSC - Paulo Santos Cruz, O Pai do Fila
PV ou P. Valle - Procópio do Valle (Canil Kirimaua, defensor da cor preta no fila)
RBittencourt - Renato Tarquinio Bittencourt (criador de Brasília)
Rev - Revista
Rev. A&V - Revista Animais & Veterinária de Paulo Salles (RJ)
Rev. ACVeterinária - Revista Atualidades Caninas e Veterinárias
RBoechat - Ricardo Boechat (jornalista, coluna Carlos Swann, O Globo)
RI - Registro Inicial
Rivelino - Tricampeão Mundial de futebo
Roberto Marinho - diretor e controlador O Globo
R. Wilkens - Rolf Wilkens , proprietário de Andamor d`Alma Vedro, Alemanha
SB - raça São Bernardo
SMonteiro - Sebastião Monteiro (o “Trator”,criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
Souto Maior ou JSMB ou JSMaior Borges - advogado, criador e dirigente do CAFIB
VDH - da Alemanhã, equivalente ao BKC ou CBKC
Vera Fisher - uma deusa, linda artista de TV e Cinema
VLLima - Vicencio Lomba Lima (criador e fundador CAFIB-Rio)
Walter Poyares - alto executivo Organizações Globo
WBacconi – Walter Bacconi (arbitro BKC)
ZBA ou Zózimo B. Amaral - Zózimo Barroso do Amaral (colunista do JB)

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

CANIL - A Excelência na Raça Fila Brasileiro A raça Fila é maravilhosa e só quem convive dia a dia com ela, sabe o que eu estou dizendo. Eles nos amam acima de tudo, estão sempre dispostos a nos ...

CÃO FILA BRASILEIRO - raça, características, comportamento, foto ...Conheça a raça de cachorro Fila Brasileiro, características da raça, temperamento, cuidados especiais, foto e comportamento.
Fila Brasileiro Canil do Filas Brasileiros fila brasileiro filas brasileiros videos pictures information.vídeo para Fila Brasileiro
Fila Brasileiro CAFIB Fila Brasileiro dog video1 min 46 seg video.google.com

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Portal do Fila Fila Brasileiro é uma conquista nossa, um cão da terra, da nossa terra e ... Dr. Paulo Santos Cruz – diz que o Fila Brasileiro poderia ser resultado do ...
Fila brasileiro - Wikipédia, a enciclopédia livre O fila brasileiro é uma raça de cão de grande porte desenvolvida no Brasil. São usados frequentemente como cães de guarda e cão boiadeiro. ...
The Dog's Times - Fila Brasileiro - Agosto/98A origem do Fila Brasileiro pode começar a ser traçada a partir de meados do século XIX e está intimamente ligada à colonização do país, ...
Fila Brasileiro ... preservação do padrão original, seleção de estrutura e tipicidade da raça Fila Brasileiro, possibilitando aos admiradores a aquisição de um autêntico ...
Fila Brasileiro - Canil ItanhanduO fila brasileiro é uma raça de cão de grande porte desenvolvida no Brasil. São usados como cães de proteção, cães de guarda e cães de guia.
FILHOTE de Fila Brasileiro - CACHORRO - Venda Cachorro Fila Brasileiro filhote de Fila Brasileiro - Venda raça.Sociedade Estadual do Fila Brasileiro-RJ Orgao oficial da raca Fila Brasileiro com ambito em todo estado do Rio de Janeiro.Divulgacao congracamento desenvolvimento aperfeicoamento e estimulo

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

O fila brasileiro é uma raça de cão de grande porte desenvolvida no Brasil. São usados frequentemente como cães de guarda e cão boiadeiro. Pertencem à categoria dos Molossóides, ao lado de raças como o boxer, e buldogue, dentre outros. È uma das 10 raças brasileiras conhecidas. As outras são o buldogue campeiro, dogue brasileiro, ovelheiro gaúcho, terrier brasileiro, veadeiro pampeano, rastreador brasileiro, podengo crioulo, galgo da campanha, barbudo e sua versão menor, o barbudinho.

1 Características 2 Histórico 3 Perfil clínico 4 Resumo das características

Características
Primeira raça brasileira a ser reconhecida internacionalmente pela FCI, o Fila Brasileiro é um personagem da história do Brasil desde os tempos do descobrimento, quando ajudou os colonizadores na conquista de nosso território. Hoje esta raça retorna ao seu posto de orgulho da criação nacional ao ganhar campeonatos mundiais representando o Brasil.

O fila brasileiro teve seu apogeu nas décadas de 1970 e 1980, quando era a raça nacional com maior número de registros. Nesta mesma época começaram muitas mestiçagens, com Mastins napolitanos e também com dogue alemães e mastiffs, e assim passaram a ocorrer as primeiras mudanças em seu padrão oficial (1984). A mais marcante mudança foi a decisão dos criadores da época de abrandar o temperamento agressivo que, de certa forma, era exaltado no padrão anterior. Uma escolha que hoje em dia é rejeitada, acredita-se que o fila é um cão necessariamente com ojeriza a estranhos, mas muito dócil com a família e crianças.
Seu porte e o andar quase felino são suas características físicas mais marcantes. O Fila Brasileiro também é conhecido pela fidelidade e devoção extremas ao dono, características comportamentais mais desejadas como um cão de guarda.

Histórico
Muito se fala sobre as raças que deram origem ao fila brasileiro, porém, estudos comprovam que a intervenção do homem no aperfeiçoamento da raça dividiu igual importância com as árduas condições encontradas pelos primeiros filas brasileiros em nossa história. Eles eram obrigados a desempenhar as mais variadas funções junto aos colonizadores, como guarda, caça, proteção contra animais selvagens, pastoreio e companhia... “Fiel como um Fila” é um provérbio que representa bem a melhor característica da raça.
A teoria mais aceita atualmente é a que reconhece que, durante o período de colonização portuguesa, muitos cães foram trazidos dos Açores pelos colonos. Estes cães pertenciam à raça fila de terceira ou fila terceirense. Os primeiros cães foram cruzados com outras raças como o bloodhound, o mastife e o antigo buldogue, também chamado Doggen Engelsen.
A primeira aparição da raça em exposições ocorreu no ano de seu reconhecimento pela FCI (Federação Cinológica Internacional), 1946, em um evento do Kennel Clube Paulista. Nesta ocasião, dois exemplares (chamados Bumbo da Vila Paulista e Rola da Vila Paulista) inauguraram a participação do Fila.
Hoje, o reconhecimento da criação nacional vem através dos títulos obtidos em competições por todo o mundo.

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Perfil clínico
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto.
As doenças que mais comumente afetam esta raça estão ligadas a seu porte. São elas:
Displasia coxo-femural Alteração física de caráter hereditário na articulação entre o fêmur e a bacia do cão, que causa problemas de locomoção, dor e incômodo ao animal.
Torção gástrica Caracteriza-se pela torção do estômago, causando compressão da circulação na região abdominal. Pode levar à morte, se o cão não for operado o mais rápido possível.

Resumo das características
Nacionalidade: Brasil

Classificação: Guarda
Grupo FCI: 2
Grupo AKC: 8
Porte: Grande
Temperamento: Dominante, possui aversão a estranhos
Treinabilidade: Rigoroso
Grau de Proteção: Grande
Espaço Necessário: Grande
Altura: machos: 65 a 75 cm. fêmeas: 60 a 70 cm.
Peso: Machos: no minimo 50 quilos, geralmente 70 quilos. Fêmeas: no minimo 40 quilos.
Nível de Energia: Médio
Duração Exercícios Diários: 45 min.
Cor: o branco, cinza rato, malhado, manchetado, preto e canela e azul são cores não permitidas. São permitidas todas as cores sólidas, tigradas de fundo nas cores sólidas, com rajas de pouca intensidade até os fortemente rajados, podendo ou não apresentar máscara preta. Em todas as cores permitidas, admitem-se marcações brancas nos pés, peito e ponta da cauda. Indesejáveis as manchas brancas no restante da pelagem.
Tipo de Pêlo: curto
Troca de Pêlo: Moderado
Necessidade de Tosa: Não

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Cão de Fila Brasileiro
Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

 

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro